Pneus para aro 13

Assuntos específicos relacionados à acabamentos externos, rodas e pneus.
Avatar do usuário
rafamts
Membro Classic SE (Ní­vel 8)
Mensagens: 1529
Registrado em: 04 Abr 2007, 17:41
Cidade: São Gonçalo
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GL
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Pneus para aro 13

Mensagem não lida por rafamts »

Luiz Carlos (Rio) escreveu:
30 Jul 2021, 18:41
Tenho uma Uno com aro 13 e não gostaria de ter que usar aro 14 nela!
rafamts

Quando comprei meu (só no Rio de Janeiro chamam Uno de 'a Uno') Uno, um Mille EX 98/99, ele veio com pneus 165/70/13. Olhando o manual, vi que de fábrica esses carrinhos saíam com pneus 165/70/13 ou 145/80/13. Consegui encontrar pneus Goodyear nessa última medida e o carro melhorou muito, em termos de maciez de rodagem e leveza na direção, que não tem assistência.
Não sei quanto tempo mais vou ficar com esse carrinho, que quebra um galhão quando preciso transportar muitas tralhas, mas tenho certeza de que não encontrarei mais essa medida de perfil 80. Antigamente todos os nossos carros usavam perfil 80. É a marcha do 'progresso", que vai deixando tudo pelo caminho. O proprietário é obrigado a improvisar, e nem sempre esse improviso é satisfatório. :(

Abs
Exatamente! Temos que improvisar, ainda que não queiramos! Uno com aro 14 pode até ficar bonito, mas certamente perderá na economia do combustível (mesmo que não seja tanto). Vou ter que providenciar um jogo de pneus aro 13 para o Uno. Pretendo fazer uma viagem ao Nordeste final do ano (em torno de 5.000 km ida e volta!). Ainda não decidi se vou de Uno, Monza ou alugo um carro numa locadora! Rs! rs!

Avatar do usuário
Luiz Carlos (Rio)
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 4089
Registrado em: 15 Dez 2006, 11:22
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: Rio de Janeiro-RJ
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1994
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: Pneus para aro 13

Mensagem não lida por Luiz Carlos (Rio) »

Olá pessoal.

Atualizando as informações da minha última postagem.

Vinha eu a 80/90 Km/h no meu Fiat Mille Ex pela ponte do Galeão, entrando na Linha Vermelha, e de repente ouvi um ruído estranho, que não percebi na hora de onde vinha.
O ruído foi aumentando, ao mesmo tempo em que o volante começou a vibrar e puxar para a direita.
Saquei que alguma coisa havia acontecido com um pneu ou com a suspensão do carro.
Com cuidado e sinalizando com o braço esticado para fora do carro, consegui passar por umas 5 faixas de rolamento e parar à direita na Linha Vermelha, junto à mureta, alguns metros à frente de um posto da Polícia Militar que existe ali.
Saí do carro e vi o pneu murcho e destruído.
Recuei com o carro até uma área protegida e, no sol de meio dia, pela primeira vez na vida, troquei um pneu na estrada.
Como não percebi nenhum buraco na via que pudesse ter furado o pneu, comecei a me preocupar com a idade deles.
Segundo meu caderninho de anotações do Fiat, a última troca de pneus havia sido em 2009, quando substituí todos, e em 2010, quando precisei substituir um que furou num buraco do asfalto e não teve conserto.
Resolvi trocar todos os 5 pneus, que não quero morrer por causa de pneu estourado a 90/100 Km/h. Se for um traseiro, grande chance de virar tragédia.
Verificando os pneus, todos Goodyear GP2 145/80R13, vi que os dois dianteiros foram fabricados no Peru, em 2011. Os traseiros foram fabricados no Chile em 2009. Não entendi como pneus que eu substituí em 2010 podem ter sido fabricados em 2011. Acho que anotei errado.
Aí começou a minha luta para encontrar pneus na mesma medida. Nacional de marcas conhecidas não existe mais. Acho que em 2009 já não existiam, vinham todos de fora, como Chile, Peru, etc.
Depois de muita pesquisa, acabei comprando pela internet 5 pneus chineses da marca Fortune, aprovados pelo Inmetro e que custaram, à vista, 408 reais cada. Se bobear os pneus estão valendo mais do que o carro. Mas não custam mais do que a minha vida e da minha família. :lol:

Terminada a novela do Fiat Mille EX 1998/99, vamos à do Monza GLS 1994.
Seus pneus, apesar de estarem aparentemente zerados, pois quase não rodo, foram fabricados em 2008. Ou seja, não vou pisar fundo na Linha Amarela (100Km/h) ou na Rodovia Dutra (100 a 110) ou na Airton Senna (120 Km/h) tranquilo. Vou ficar sempre esperando um dos pneus esvaziar do nada e me causar problemas.
Estou pesquisando pneus nas medidas 185/70R13 de marcas conhecidas mas está osso. Só marcas importadas. Mudar os aros não mudarei nunca. Mais fácil vender o Monza.

Obs: Existe muita informação falsa na Internet que diz que a validade de um pneu é de 5 anos. Na verdade, segundo os próprios fabricantes, 5 anos é o prazo de garantia. Se um pneu apresentar problemas de fabricação, tipo deformação ou outra coisa, o fabricante terá de substituir o mesmo. Normalmente as concessionárias medem o desgaste do pneu e você pagar um valor proporcional ao desgaste dos sulcos. Mas os mesmos fabricantes recomendam que não se use um pneu por mais de 10 anos. Deu pena largar 4 pneus aparentemente bons. Mas como eu disse lá em cima, minha vida vale mais que os pneu do meu Mille, ou do meu Monza.

Abs
Luiz Carlos
Monza GLS 2.0 -1994 EFI 2 portas - gasolina - prata argenta
Rio de Janeiro - RJ

Responder